conecte-se conosco


QUARTO CENTENÁRIO

Abate de frangos cresce no país no primeiro trimestre

LEITE E PRODUÇÃO DE OVOS RECUARAM

Publicados

em

O abate de frangos no Brasil chegou a 1,51 bilhão de animais no primeiro trimestre deste ano. O número representa aumentos de 2,5% em relação ao trimestre anterior (último trimestre de 2019) e de 4,9% na comparação com o primeiro trimestre de 2019.
Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (14) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
O abate de bovinos, que somou 7,2 milhões no primeiro trimestre deste ano, teve quedas em ambas comparações temporais: de 10,8% na comparação com trimestre anterior e de 9,2% na comparação com o primeiro trimestre de 2019.
Os suínos, que somaram um abate de 11,87 milhões de animais no primeiro trimestre deste ano, tiveram queda de 0,2% na comparação com o trimestre anterior, mas apresentaram crescimento de 5% em relação ao primeiro trimestre de 2019.

LEITE E PRODUÇÃO DE OVOS RECUARAM
A aquisição de leite pelas unidades beneficiadoras (6,3 bilhões de litros) recuou 5,2% em relação ao trimestre anterior mas cresceu 1,4% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.
A produção de ovos de galinha (960,61 milhões de dúzias) também recuou na comparação com o trimestre anterior (-2,5%) e cresceu na comparação com o primeiro trimestre e 2019 (3,4%), enquanto a aquisição de couro pelos curtumes (7,44 milhões de peças) caiu 5,7% e 12,2%, respectivamente.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ensino a distância cobre 99,7% do Estado. Cinco ferramentas garantem o atendimento a mais de 1 milhão de alunos da rede estadual de ensino
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BOA ESPERANÇA

A propósito? Quanto ganha o prefeito de…. Bom vamos a relação dos municípios vizinhos e os salários de cada prefeito

Publicados

em

Quanto ganham os prefeitos da região?

A prefeitura de Terra Boa é “mais generosa”, com salário bruto de R$ 22,5 mil para o prefeito.
Depois vêm Ubiratã (R$ 21,7 mil) e Araruna (R$ 20,6 mil).
Campo Mourão, a maior cidade, aparece em quarto, com R$ 20,5 mil.
A prefeitura “mais sovina” é a de Engenheiro Beltrão, com subsídio de R$ 11,1 mil.
Nova Cantu, Juranda e Rancho Alegre do Oeste também estão abaixo dos R$ 12 mil.

Ranking salarial dos prefeitos
1) Terra Boa: R$ 22.592,90
2) Ubiratã: R$ 21.797,47
3) Araruna: R$ 20.643,90
4) Campo Mourão: R$ 20.581,72
5) Roncador: R$ 20.500,00
6) Boa Esperança: R$ 20.008,05
7) Mamborê: R$ 19.995,93
8) Iretama: R$ 19.500,00
9) Barbosa Ferraz: R$ 18.697,15
10) Janiópolis: R$ 18.461,09
11) Campina da Lagoa: R$ 18.000,00
12) Fênix: R$ 17.608,65
13) Quinta do Sol: R$ 17.128,00
14) Goioerê: R$ 16.652,55
15) Peabiru: R$ 15.378,28
16) Quarto Centenário: R$ 14.902,99
17) Moreira Sales: R$ 14.834,48
18) Corumbataí do Sul: R$ 13.884,42
19) Luiziana: R$ 13.366,11
20) Altamira do Paraná: R$ 12.954,94
21) Farol: R$ 12.774,55
22) Rancho Alegre do Oeste: R$ 11.752,42
23) Juranda: R$ 11.714,93
24) Nova Cantu: R$ 11.319,03
25) Engenheiro Beltrão: R$ 11.173,78

Com informações do Boca santa

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Microempreendedor individual tem prazo até 30 de Junho para fazer a Declaração Anual Simplificada (DASN-SIMEI)
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA