conecte-se conosco


BOA ESPERANÇA

Ações do Paraná são destaque em fórum Ibero-Americano

Esse é um legado importante para o futuro e deve transformar profundamente o atendimento à população

Publicados

em

Ações do Paraná são destaque em fórum Ibero-Americano
As estratégias adotadas nas áreas da saúde, economia e tecnologia foram apresentadas pelo chefe da Casa Civil. Segundo ele, as plataformas digitais criadas nesse período irão permanecer e devem transformar o atendimento ao cidadão.

A experiência paranaense no enfrentamento à pandemia da Covid-19, com especial destaque para o uso de plataformas digitais, foi apresenta nesta quinta-feira (28) pelo chefe da Casa Civil Guto Silva no fórum virtual Ibero-Americano “As ações dos governos para o enfrentamento da Covid-19 nas plataformas digitais”. O evento organizado pela Rede Ibero-Americana dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável contou com a participação de representantes de governos de Salta (Argentina), Colômbia e Andalucia (Espanha).


Silva destacou que o Paraná é um dos estados brasileiros com maior controle da pandemia e que a estratégia adotada teve como foco três áreas: Saúde, Economia e Tecnologia. “Ampliamos a testagem da população, o número de leitos hospitalares, contratamos mais profissionais, enfim, reforçamos toda a estrutura da Saúde. E temos indicadores bastante expressivos. Por exemplo, o hoje o Paraná tem mais UTIs do que a Espanha e a Itália”, disse.

No campo econômico, o chefe da Casa Civil citou a força do agronegócio no Estado, que representa 33% do PIB e abastece os principais centros do País. Uma das grandes preocupações, disse, foi manter esse abastecimento e também o funcionamento dos portos, que adotaram protocolos sanitários e garantiram o escoamento de uma safra recorde de soja.

Na área tecnológica, Silva explicou que a pandemia fez com que o Estado acelerasse a adoção de serviços digitais. “Tínhamos planejado ofertar o máximo de serviços à população por meio de plataformas digitais, mas tivemos que antecipar essas ações nesse período”, destacou. “Esse é um legado importante para o futuro e deve transformar profundamente o atendimento à população”.

Exemplos de iniciativas que foram adotadas durante a pandemia são o Teletrabalho, que engloba hoje quase 80% dos servidores estaduais; a Telemedicina, que oferta atendimento médico e psicológico; a Saúde Tech, que apoia startups e empresas no desenvolvimento de produtos para o enfrentamento ao coronavírus, e o Hack pelo Futuro, maratona digital realizada em abril e maio para buscar alternativas inovadoras para o pós-pandemia.

Na área da Educação, o chefe da Casa Civil listou diversas alternativas de aulas não presenciais implantadas durante o isolamento social para atender os cerca de 1 milhões de alunos da rede estadual: videoaulas diárias em três canais de TV aberta e pelo Youtube; criação do aplicativo Aula Paraná; implementação das salas virtuais do Google Classroom; disponibilização de pacotes de internet 3G e 4G para alunos e professores; e entrega de atividades impressas para aqueles que não possuem TV ou celular.
Em 45 dias foram 17,4 milhões de visualizações no Youtube; 592 mil jovens acessam o Google Classroom diariamente; 41 mil professores da rede estão conectados no Classroom e mais de 800 mil usuários já baixaram o aplicativo Aula Paraná nos celulares. A modalidade EaD incorporou a linguagem em libras e também passou a ser utilizada pelas redes municipais do Paraná.
“Os números são impressionantes, buscamos uma mescla entre plataforma digital e TV aberta e conseguimos dessa forma atender com ensino a distância 99,7% do Estado”, afirmou.

Outro destaque apresentado por ele foi a plataforma de inteligência artificial PIÁ, que concentra cerca de 280 serviços públicos e que durante a pandemia acrescentou outros, como, por exemplo, o agendamento online para doação de sangue.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Teste de vacina de covid-19 funciona e Pfizer pode produzir 1 bi de doses
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BOA ESPERANÇA

Boa Esperança confirma 7 casos de uma só vez de Covid-19 e Comcam chega a 650 infectados

Publicados

em

Boa Esperança tem ainda 3 casos suspeitos, 20 moradores em isolamento domiciliar, e 6 casos descartados
O novo coronavírus (Covid-19) está tomando proporções alarmantes na Comcam. Boa Esperança que era um dos 4 dos 25 municípios que ainda não tinham casos da doença, registrou de uma só vez 7 confirmações neste domingo (29), conforme “Boletim Coronavírus”, divulgado pela prefeitura. Com isso a Comcam chegou hoje a 650 pessoas infectadas em 22 cidades. Continuam sem casos da doença apenas os municípios de Farol, Fênix, e Nova Cantu.
Boa Esperança tem ainda 3 casos suspeitos, 20 moradores em isolamento domiciliar, e 6 casos descartados. De acordo com a Saúde do município, 1 paciente está internado na UTI-Covid da Santa Casa de Campo Mourão. “Os outros pacientes que positivaram estão em isolamento domiciliar e passam bem”, informou o município.

 

 


O prefeito da cidade, Wenderson Aparecido Pereira dos Santos, pede a colaboração da população com medidas preventivas ao vírus. “Usem máscara de proteção e evite sair de casa. Mantenha o distanciamento social”, pediu.
NÚMERO DE CONFIRMAÇÕES POR CIDADE
Campo Mourão – 277
Goioerê – 69
Terra Boa – 47
Araruna – 35
Moreira Sales – 32
Peabiru – 29
Corumbataí do Sul – 31
Janiópolis – 23
Mamborê – 19
Quarto Centenário – 18
Barbosa Ferraz – 14
Roncador – 8
Ubiratã – 8
Boa Esperança – 7
Luiziana – 7
Iretama – 6
Juranda – 6
Campina da Lagoa – 4
Engenheiro Beltrão – 4
Quinta do Sol – 3
Rancho Alegre do Oeste – 2
Altamira do Paraná -1

 

Leia Também:  Renato Aragão deixa a TV Globo após 44 anos

Tribuna do Interior

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA