conecte-se conosco


GOIOERÊ

Chuva forte, ventos e granizo deixam rastro de destruição em diversas regiões de Goioerê

Publicados

em

Chuva forte, ventos e granizo deixam rastro de destruição em diversas regiões de Goioerê

A passagem de uma frente fria pelo Paraná durante a madrugada deste sábado (23) provocou chuvas fortes acompanhadas de muitas descargas elétricas na região de Goioerê, rajadas de ventos fortes e até granizo em diversas regiões paranaenses. Em Maripá, no Oeste do Estado, de acordo com a Defesa Civil, mil casas foram atingidas pelo granizo. Em Jesuítas, no Oeste do Estado, a tempestade deixou estragos em pelo menos 100 residências. Em Juranda, a chuva acompanhada de granizo deixou muitos estragos inclusive na lavoura de milho. Em Goioerê, árvores foram arrancadas pela força o vento e alguns bairros estão sem energia.


O que vem por aí
Neste sábado (23), de acordo com o Simepar, o tempo segue instável com chuvas isoladas entre as regiões noroeste, norte o leste do estado, porém no decorrer da tarde, o sol aparece entre nuvens nestes setores. Entre o oeste, sudoeste e centro-sul, o dia está começando com muitas nuvens e chuvas fracas e isoladas, mas no decorrer da tarde o sol predominará nas regiões. Veja a previsão do tempo:

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Retorno presencial das aulas só após redução efetiva da Covid-19.
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

FAROL

Cascavel monitora caso suspeito de varíola dos macacos

Publicados

em

Cascavel tem um caso suspeito de varíola dos macacos.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informa que o Paraná possui três casos suspeitos de Monkeypox ou varíola dos macacos. São três homens com idades entre 27 e 39 anos que residem em Curitiba, Cascavel e Londrina. O primeiro caso no Brasil foi confirmado em 9 de junho, em São Paulo.

Os pacientes possuem históricos de viagem para São Paulo, França, Inglaterra e Turquia. As amostras dos suspeitos foram coletadas e estão em processo de envio para o Laboratório Central do Estado (Lacen/PR), responsável pela articulação com o Ministério da Saúde para envio ao Laboratório de referência para casos desta doença, em São Paulo.

Há algumas semanas a Sesa fez uma Nota Orientativa nº 01/2022 sobre o fluxo assistencial para os casos suspeitos. O documento foi enviado aos municípios para orientação. Além disso, a Secretaria de Estado da Saúde criou uma página destinada a informações e publicações sobre a doença AQUI.

A varíola dos macacos é uma doença viral e a transmissão entre humanos ocorre principalmente por meio de contato com lesões de pele de pessoas infectadas ou objetos recentemente contaminados. A infecção causa erupções que geralmente se desenvolvem pelo rosto e depois se espalham para outras partes do corpo. Os principais sintomas envolvem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, linfadenopatia, calafrios e fadiga.

Leia Também:  Em Moreira Sales, PM recupera veículo roubado na cidade de Juranda

AEN-PR

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA