conecte-se conosco


FAROL

Confira as partes do seu corpo mais afetadas pelo narguilé

Publicados

em

Confira as partes do seu corpo mais afetadas pelo narguilé:
1. Sistema reprodutor

O uso frequente do narguilé causa a perda do libido, impotência, infertilidade masculina. No caso de gestantes, um dos resultados pode ser a má-formação fetal durante a gestação.

2. Sistema digestivo

Gastrite, úlceras, náuseas e constipação intestinal são apenas alguns resultados da toxina do narguilé no corpo.

3. Boca

A fumaça pode também causar sérios problemas bucais, como retração da gengiva, mau hálito, manchas escuras nos dentes e inflação crônica, especialmente porque a mangueira do narguilé costuma ser compartilhada.

4. Sistema respiratório

O ato de fumar narguilé não deixa de intoxicar o organismo. Nos caso do sistema respiratório, por exemplo, os efeitos mais comuns são a diminuição da capacidade respiratória, lesões nas vias aéreas, inflamação nos brônquios e lesões nos alvéolos.

5. Cérebro

No cérebro, as toxinas concentradas causam sonolência e, dependendo da quantidade fumada, insônia. Ansiedade, inquietação, dependência química e psicológica são alguns outros efeitos desse hábito.
E então, você tinha consciência de que isso pudesse fazer tão mal?
Mas, claro, como tudo na vida pode fazer mal em excesso, você precisa conferir ainda esse outro post:

Leia Também:  Goioerense grava vídeo e bomba na Internet e é compartilhando por famosos e politicos.

Números assustadores

Só para que você tenha ideia da potência desse cachimbo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que 20 a 80 minutos de narguilé equivale ao mesmo que fumar de 100 a 200 cigarros em termos de exposição a substâncias tóxicas.

O Ministério da Saúde também alerta para os perigos desse hábito. Conforme o órgão, enquanto a quantidade de fumaça inalada quando se fuma 1 cigarro varia entre 0,5 e 0,6 litros, o volume no caso do narguilé é de 0,15 a 1 litro em uma só tragada!

Uso intenso e prolongado

Mesmo que a nicotina seja diluída pela água do narguilé, isso não o torna menos tóxico. O usuário acaba dando tragadas muito mais profundas para atingir os níveis satisfatórios da toxina, fazendo com que quantidades muito maiores de outras substâncias tóxicas presentes na fumaça sejam inaladas.

Isso porque, ao contrário de um palheiro, por exemplo, o narguilé não conta apenas com o tabaco. Com a fumaça do narguilé vem junto substâncias tóxicas como o benzeno e o alcatrão, provenientes do carvão utilizado no preparo do fumo.

Leia Também:  Mandioca: Você sabe quais os benefícios dela?

 

Se levarmos em consideração que as pessoas que fumam narguilé utilizam o fumo por horas a fio, o tempo de exposição às coisas ruins que ele proporciona ao organismo é muito mais prolongado que no caso do cigarro. É por isso que você deve evitá-lo e saber quais as partes do seu corpo sofrem mais (e como elas sofrem) quando a fumaça do narguilé entra.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FAROL

Acidente entre Campo Mourão e Farol mata professor e deixa um ferido

Acidente entre Campo Mourão e Farol mata professor e deixa um ferido

Publicados

em

Um grave acidente envolvendo dois carros e uma carreta por volta das 15h15 desta quarta-feira (12), na rodovia BR-272, entre Campo Mourão e Farol, tirou a vida do professor e empresário Deocleciano Domingues Carneiro, 76, mais conhecido como professor Sanico. Muito conhecido em Farol, ela era também proprietário de cartório na cidade e em Campo Mourão. Uma senhora de 69 anos também ficou ferida. Sanico era irmão do ex-deputado estadual Augusto Carneiro.


O acidente aconteceu próximo a entrada de acesso a Pousada Fazendinha. Sanico conduzia uma Fiat Strada, no sentido Farol a Campo Mourão, quando tentou ultrapassar uma carreta carregada com 57 toneladas de soja. No momento da tentativa de ultrapassagem, um Veículo GM/Vectra que seguia no sentido contrário, foi atingido de raspão.
Após atingir o Vectra, o professor perdeu o controle da direção, subiu em um barranco em alta velocidade, atingindo o para choques da carreta capotando por diversas vezes. O veículo em que ele estava ficou completamente destruído.


Segundo informações apuradas pela reportagem da TRIBUNA, que esteve no local do acidente, Sanico não fazia o uso de cinto de segurança. Equipes do Siate e Samu estiveram no local, mas a vítima não resistiu aos ferimentos.
Bastante assustada, a condutora do Vectra, Maria dos Anjos Santiago da Silva, 50 anos, informou que se deslocava para Farol, quando percebeu a Strada conduzida por Sanico fazendo ultrapassagem. “Rapidamente tirei o carro para o acostamento se não seria uma tragédia muito pior”, falou. Ela estava com mais quatro pessoas no carro. “O susto foi muito grande”, acrescentou. Uma senhora de 69 anos que estava no Vectra ficou levemente ferida e foi encaminhada pelo Siate ao Pronto Socorro de Campo Mourão.


O condutor da carreta, Geraldo Ermeg, 61 anos, disse levava a carga de soja para o Porto de Paranaguá. “Puxei para o acostamento na hora que percebi ele, mas não teve como evitar porque bateu no Vectra, rodopiou na pista e ainda bateu na ponta do para choque do meu caminhão”, relatou.
* Matéria em atualização

Leia Também:  Vereador de Quarto Centenário reivindica retro escavadeira

 

 

 

 

 

(Tribuna interior)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA