conecte-se conosco


CAMPINA DA LAGOA

Covid-19: eleição municipal pode ser dividida em 2 dias, diz ministro. Votação pode ser por faixa etária

Publicados

em

Para reduzir aglomerações e a exposição de eleitores ao novo coronavírus, uma das hipóteses em discussão é que as eleições municipais deste ano tenham dois dias de votação, disse hoje (22), em Brasília, o ministro Luís Roberto Barroso, que assume a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na próxima semana.

Para isso, seria preciso um gasto adicional de R$ 180 milhões, que é o custo estimado pelo TSE de um dia adicional de eleição. Diante do quadro de crise fiscal, porém, outra possibilidade seria expandir o horário de votação, para que dure 12 horas, o que teria um custo menor.

 


“Em vez de irmos até as 17h, irmos talvez até as 20h, e começar às 8h. Portanto, iríamos de 8h às 20h, 12 horas de votação. Esta é uma ideia, é uma possibilidade. Essa não depende de lei, podemos nós mesmos regulamentar no TSE”, disse o ministro, durante uma live promovida pelo jornal Valor Econômico.

Votação pode ser por faixa etária

A Justiça Eleitoral estuda ainda fazer a votação dividida por faixa etária, nos diferentes turnos do dia de votação. Para isso, é preciso “ouvir sanitaristas [para saber] se colocaríamos os mais idosos votando mais cedo, depois os mais jovens na hora do almoço. A gente tentar fazer uma divisão dessa natureza”, disse Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal – STF.

O ministro disse, ainda, que mantém diálogo constante com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), sobre o eventual adiamento do calendário eleitoral. Para a alteração do calendário, é necessária que o Congresso aprove uma proposta de emenda constitucional (PEC).
A definição sobre o adiamento das eleições depende ainda da trajetória da curva de contaminação do novo coronavírus, afirmou Barroso. “Em meados de junho será o momento de se bater o martelo”, finalizou ele.
Agência Brasil

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ação conjunta entre PM e Polícia Civil prende cinco pessoas
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BOA ESPERANÇA

Ação conjunta entre PM e Polícia Civil prende cinco pessoas

Armas e vários objetos foram apreendidos pelos policiais

Publicados

em

Cinco homens foram presos na tarde desta quinta-feira por policiais do 11° Batalhão da Polícia Militar (11°BPM), em ação conjunta com policiais civis de Mamborê. Quatro deles são suspeitos de participação em um roubo ocorrido na quarta-feira (29), em Boa Esperança.
Um veículo Toyota/Corolla levado pelos criminosos foi recuperado durante a ação desta quinta-feira. Três armas de fogo também foram apreendidas.
Entre elas um revólver e uma carabina, ambos de calibre 38, e uma espingarda calibre 32. A ocorrência, que contou com diversas equipes de policiais do 11°BPM, teve início após informações sobre o veículo roubado, que estaria trafegando na área rural do município de Campina da Lagoa.
Após acompanhamento realizado por uma viatura, os ocupantes do carro conseguiram se distanciar e, momentos depois, o abandonaram no distrito de Guarani, no município de Mamborê.


Mesmo com o apoio do Canil da 2ª Cia do 11°BPM, não foi possível localizar os bandidos naquele momento. Logo depois os policiais receberam algumas informações e conseguiram chegar a cinco suspeitos, no município de Mamborê.
Um deles estava com mandado de prisão em aberto. Em uma das residências, onde foram realizadas as buscas, os militares estaduais apreenderam as três armas e um rádio comunicador sintonizado na frequência da PM.
Os presos foram encaminhados, juntamente com o veículo e demais objetos apreendidos, até a delegacia de Polícia Civil de Mamborê para as devidas providências.
Informações: Comunicação social 11° BPM
Fonte Tá Sabendo

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ossada é encontrada em mala abandonada
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA