conecte-se conosco


Geral

Deputado José Carlos Schiavinato morre aos 66 anos, vítima de Covid-19

Publicados

em

Morreu na noite desta terça-feira (13), aos 66 anos, vítima do coronavírus (Covid-19), o deputado federal José Carlos Schiavinato (Progressistas). Ele é o primeiro deputado federal a morrer vítima do vírus. O parlamentar já havia perdido também a esposa para a doença, Marlene Schiavinato. Ela faleceu no dia 12 de março, aos 64 anos.

Schiavinato estava internado há 40 dias no Hospital Sírio Libanês, em Brasília, para tratar da doença. Na noite desta terça, a família do parlamentar postou a seguinte mensagem nas redes sociais dele: “Esperávamos um milagre. E ele não veio. Ou aconteceu de uma forma que agora não sabemos compreender. José Carlos Schiavinato acabou de falecer”.
O deputado vinha tendo complicações no tratamento e no dia 6 de abril passou por um procedimento para desobstrução das vias biliares. Outras infecções também impactaram em sua saúde no período de internação.

Schiavinato tinha sua base política na cidade de Toledo onde já tinha sido prefeito, distante 189 quilômetros de Campo Mourão. Foi também deputado estadual no Paraná. Ele deixa dois filhos e seis netos.

Lideranças políticas lamentam morte
A morte de Schiavinato gerou repercussão no meio político. O deputado federal, Rubens Bueno (Cidadania), que foi prefeito de Campo Mourão, lamentou a perda. “Cada dia mais tristeza. Depois de perder a esposa Marlene há um mês, o deputado federal Schiavinato faleceu ontem à noite [terça-feira] em Brasília. Funcionário de carreira do Banco do Brasil, foi deputado estadual e prefeito de Toledo. Mais que um colega de parlamento, foi um grande amigo de trocar impressões no dia a dia sobre o Paraná, especialmente a questão do pedágio. E sempre preocupado com a pandemia e a economia do país. Uma perda irreparável para a representação paranaense”, comentou Bueno em suas redes sociais.
Prefeitos da Comcam também lamentaram a morte do parlamentar. “Tristeza. Perdemos um grande político”, disse o prefeito de Moreira Sales, Rafael Brito do Prado (MDB), presidente do Ciscomcam. O prefeito de Ubiratã, Fábio D’Alécio (Cidadania), Prefeito Betinho Lima de Goioerê (PSD) também lamentou a perda. “Político como poucos. Evidentemente fará muita falta. Que Deus o tenha consigo”, frisou. “Um grande amigo”, falou também Airton Agnolin (PDT), prefeito de Nova Cantu.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Enfermeira aplica seis doses da vacina contra a Covid-19 na mesma pessoa
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Homem é preso com material contendo pornografia infantil

Publicados

em

Homem é preso em Umuarama com material contendo pornografia infantil
Delegados da PF falam sobre investigações da Operação Livramento, realizada na manhã desta sexta-feira em Umuarama

Na manhã desta sexta-feira (14) foi comprido um mandado de prisão temporária e dois mandados de busca e apreensão relativos ao crime de pornografia infantil em Umuarama. Os mandados foram emitidos pela 1ª Vara da Justiça Federal da cidade.
O trabalho foi realizado pela Delegacia de Polícia Federal (PF) de Guaíra, que deflagrou a Operação Livramento, com o objetivo de reprimir a prática de crimes de produção, armazenamento e disseminação de material contendo pornografia infantil.

 

Um homem foi detido. A PF não repassou sua identificação e nem a localidade onde o mandado de prisão temporária foi cumprido. Conforme a Polícia Federal, pela natureza do delito o juiz determinou expressamente que as medidas fossem cumpridas com discrição, sem viaturas e uniformes ostensivos, etc.


O Delegado da PF de Guaíra, Fernado Orben Bianco, esteve em Umuarama com os demais policiais. Ele explica que nas diligências na Capital da Amizade foram identificados materiais no computador do investigado que continham imagens e vídeos de pornografia infantil. O homem foi preso e coi conduzido para a Delegacia da PF de Guaíra junto com os materiais apreendidos, onde foi ouvido e permanece a disposição da justiça. Confira o vídeo com o delegado Bianco:
A investigação envolveu policiais de Guaíra e Brasília (Nurcop/DRCC/CGPFAZ) e contou com o auxílio da Interpol, que mantém banco de dados alimentado por países de todo o mundo, cujo objetivo é o combate aos crimes relacionados à pornografia infantil.

 

Leia Também:  Aposentado recebe prêmio de R$ 1 milhão do Nota Paraná

As diligências apontaram casos de abuso infantil registrados em fotos e vídeos, e compartilhados na rede mundial de computadores, através das suas camadas mais profundas, a chamada DeepWeb, sendo possível a identificação de um dos responsáveis pelo compartilhamento.
O Brasil, como país membro da Interpol, aderiu à Resolução 08 da Assembleia Geral da Interpol em 2011, por meio da qual se comprometeu a promover o gerenciamento de material de operações voltadas ao combate ao abuso sexual infantojuvenil de maneira centrada na vítima. No Brasil, a Interpol é representada pela Polícia Federal.

O Delegado-Chefe da PF de Guaíra, Mário Cesar Leal Junior, fala sobre este trabalho de combate à pornografia infantil:
(Assessoria PF e redação OBemdito)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA