conecte-se conosco


Geral

Governo Ratinho Junior investe R$ 5,94 milhões para apoiar projetos de 1.360 famílias rurais

Publicados

em

Governo investe R$ 5,94 milhões para apoiar projetos de 1.360 famílias rurais

 

São projetos Renda Agricultor Familiar e Inclusão Produtiva Solidária. Objetivo é melhorar a qualidade de vida e as condições de produção de famílias em situação de vulnerabilidade social.
O Governo do Estado destinou, neste ano, R$ 5,94 milhões a iniciativas voltadas à melhoria das condições de vida de 1.360 famílias rurais em situação de vulnerabilidade social.

As ações são dos projetos Renda Agricultor Familiar e Inclusão Produtiva Solidária, desenvolvido pela Secretaria do Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e executado em parceira com a Secretaria da Agricultura e Abastecimento (Seab) e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater (IDR-Paraná).

“Seguir buscando a qualidade de vida das famílias rurais e em situação de vulnerabilidade e realizar atividades de inclusão produtiva no meio rural são os principais objetivos desses projetos”, afirma o secretário Ney Leprevost.

Apenas o Renda Agricultor Familiar recebeu R$ 3,7 milhões em investimentos em 2021, com inclusão de 800 novas famílias, além da continuidade no atendimento às incluídas. Em cinco anos, desde seu início, o programa de transferência de renda já atendeu 6.000 famílias em 156 municípios com investimentos de R$ 15 milhões.

“As atividades incluem saneamento básico, produção para autoconsumo e apoio a processos produtivos”, explica o coordenador do programa na Seab, Jefferson Meister, do Departamento de Desenvolvimento Rural Sustentável (Deagro).

O Inclusão Produtiva Solidária tem como foco ações coletivas de grupos familiares e comunitários que incluem famílias indígenas e quilombolas. O projeto, que já contemplou 270 famílias com volume de recursos de R$ 2,24 milhões, beneficiará 560 famílias até o fim deste ano em 49 municípios.

O secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, destaca que os projetos são voltados a pessoas em situação de vulnerabilidade social da área rural de regiões com baixo IDH e com renda per capita mensal de até R$ 170.

 

Leia Também:  Chuva e vendaval causam estragos em Assis Chateaubriand e em toda região

“Estamos conseguindo ajudar os agricultores familiares, que são prioridades nas políticas públicas do Estado, a crescer e tornar seu produto mais competitivo no mercado”, diz Ortigara.
O Renda Agricultor Familiar é financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com contrapartida do Estado, via Fundo Estadual de Combate à Pobreza.

“Com o apoio financeiro e o acesso à assistência técnica, há possibilidade de superação das dificuldades. Além disso, o engajamento nas atividades ajuda no fortalecimento de vínculos comunitários e na autonomia”, completa Everton de Oliveira, coordenador dos projetos na Sejuf.

CÂNDIDO DE ABREU – Neste mês de setembro, mais quatro famílias de agricultores foram beneficiadas por ações de capacitação do projeto Inclusão Produtiva Solidária, no assentamento Terra e Vida, no município de Cândido de Abreu, região central do Paraná.

Elas deixaram de fazer a colheita manual ao receber uma ensiladeira (colhedora de forragens) que possibilita a colheita das forragens e picagens uniformes e no estágio vegetativo correto.
Dessa forma, além de evitar esforço físico as pessoas das famílias beneficiadas economizarão dinheiro com o corte destas forragens, pois deixarão de ter gastos com aluguel de outra máquina, baixando custos de produção. O IDR-Paraná fez o treinamento técnico dos agricultores.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Jovem acorda nua em cama de motel após festa e denuncia estupro

Publicados

em

Jovem acorda nua em cama de motel após festa e denuncia estupro

Vítima prestou depoimento à polícia e passou por exame de corpo de delito
Uma jovem, de 19 anos, denunciou ter sido estuprada após sair de uma festa e acordar em um motel neste domingo (10), em Paranaguá, no Litoral do Paraná. A polícia já está ouvindo pessoas que possuem ligação com o caso. As informações são do JB Litoral.

Segundo o Boletim de Ocorrência registrado na delegacia, a jovem diz ter ido a uma festa com amigas em um local bastante conhecido na cidade na noite de sábado (9). A garota afirma, ainda, que permaneceu com as amigas até as 2 horas da madrugada. Depois disso, porém, não se recorda do que ocorreu.

A jovem relatou à polícia que acordou sem roupas em uma cama de motel e um homem estava ao lado dela. O suspeito teria alegado à garota que a ajudou a sair do bar e a levou para dormir.

Conforme noticiou o JB Litoral, ela percebeu que seu shorts estava rasgado ao se vestir e que sua bolsa com documentos e dinheiro havia sumido. Em seguida, ela teria chorado e pedido ao homem que a levasse para casa.

Vítima já prestou depoimento e passou por exame de corpo de delito – Foto: Diogo Monteiro/JB Litoral
A vítima, já acompanhada de sua mãe, foi atendida em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), pois não conseguia retirar o absorvente que ficou alojado em seu corpo. Na sequência, ela foi encaminhada ao Hospital Regional do Litoral para passar por exames.

Vídeo
Em um vídeo que circula pelas redes sociais, a vítima aparece sendo carregada por dois homens para fora do bar onde estava com as amigas. Algumas pessoas acompanham a saída da jovem.

Preferimos não divulgar o vídeo para preservar a jovem.

Posicionamento do bar
Em nota, o Mahle Bar e Restaurante afirmou que o caso “desagrada” a administração do estabelecimento e afirmou que se solidariza com a família da jovem. Leia abaixo trechos da nota divulgada nas redes sociais:

 

Leia Também:  No 1° dia, Paraná Business Experience reúne empresários do agronegócio e do setor florestal

“No dia 09/10/2021, recebemos em nossa casa jovens da cidade, que fizeram muita festa, porém, um episódio que muito nos desagrada aconteceu e é importante que possamos esclarecer à comunidade parnanguara e às pessoas envolvidas nossa posição com relação ao ocorrido.

Apesar da alegada violência ter ocorrido fora das dependências de nosso restaurante, nos solidarizamos com a família e estamos comprometidos com a adoção de medidas ainda mais rigorosas de segurança.

Estamos colaborando ativamente com as investigações pois repudiamos qualquer ato de violência contra a mulher. Todas as imagens do local estão sendo compartilhadas com a Polícia Civil para apuração de responsabilidades e esperamos que a Justiça seja feita.

Nos colocamos à disposição da família e polícia para esclarecimentos necessários.

Grupo Mahle”

Investigação
Em entrevista ao JB Litoral, o delegado Nilson Diniz disse que as investigações sobre o suposto estupro tiveram início no momento em que o Boletim de Ocorrência foi registrado na delegacia.

De acordo com ele, imagens das câmeras de monitoramento do bar onde a vítima estava já foram solicitadas pela polícia.

“A Polícia Civil já tomou todas as ações e medidas necessárias para o início das investigações. A própria mulher que aparece sendo retirada do local já foi ouvida e encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização do exame de corpo de delito”, disse o delegado.

Diniz ainda afirmou que os homens que aparecem carregando a jovem no vídeo já foram identificados.

Da Banda B

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA