conecte-se conosco


Geral

homem é flagrado invadindo casa para cheirar e usar calcinhas

Publicados

em

homem é flagrado invadindo casa para cheirar e usar calcinhas

De acordo com o dono da residência, o suspeito praticava o ato lascivo há mais de 10 anos
Um homem foi preso pela Polícia Civil do Pará na manhã desta sexta-feira (25/3) acusado de invadir casas. Porém, o motivo que levava o morador de Prainha a cometer o crime chamou atenção: ele adentrava as residências para cheiras e experimentar calcinhas, se masturbando enquanto usava as peças. 

Apesar de ter sido apresentado na delegacia apenas esta semana, o proprietário da residência, Nicodemos Carvalho dos Santos, afirma que a prática já acontece há mais de 10 anos. A casa fica localizada na comunidade Boa Vista do Cuçari, na zona rural do município.

Quem se perguntou o porquê da família de Nicodemos não ter feito algo antes, saiba que que eles já tiveram de se mudar ao menos três vezes em decorrência da prática lasciva do acusado.
“Há mais de 10 anos que estamos sendo abusados por esse cara. Fomos obrigados a mudar de casa duas, três vezes por causa desse maníaco. Ele entrava em casa, usava as roupas da minha esposa, se masturbava e deixava as roupas imundas na corda. Um cara que faz uma coisa dessas é doido ou está pedindo para morrer”, afirmou Nicodemos.

Leia Também:  Ciclista Renato Santos vai pedalar 24 horas para arrecadar alimentos

Câmeras de segurança flagraram o ato. As imagens mostram o homem tirando uma calcinha do varal e cheirando a roupa íntima. Depois, ele surge usando a peça, arrumando-a nas nádegas. Ele foi preso e apresentado na delegacia de Polícia Civil de Monte Alegre.
Do Metrópoles

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Homem sofre queimaduras e é encaminhado em estado grave ao hospital após incêndio destruir casa, em Londrina

Publicados

em

Um homem foi encaminhado ao Hospital Universitário de Londrina, no norte do Paraná, com queimaduras graves após um incêndio que destruiu uma casa, na manhã desta quarta-feira (29).

O local, segundo o Corpo de Bombeiros, estava abandonado havia cerca de dois anos, e pessoas em situação de rua ocupavam o prédio.

Os bombeiros informaram que as pessoas que ocupavam o local começaram a catar materiais recicláveis e depositavam as embalagens e outras peças na casa para, depois, encaminhar para venda.

No momento do incêndio, a vítima estava dormindo na residência abandonada.

O imóvel não possui rede de fiação elétrica, então, segundo os bombeiros, a suspeita é de que outro tipo de material pode ter dado início ao fogo, como algum cigarro aceso.

Os muros de alvenaria contiveram o fogo, fazendo com que o incêndio não se espalhasse para as casas ao redor.

Os bombeiros controlaram o incêndio durante a manhã e utilizaram mais de 30 mil litros de água nos trabalhos.

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Gelprime investirá R$ 300 milhões em complexo industrial no Paraná
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA