conecte-se conosco


FAROL

O mosquito não dá tréguas. Já são 4.740 casos de dengue  confirmados em 24 dos 25 municípios da região

Dos 25 municípios da Comcam, só Farol não tem casos de Dengue Confirmados

Publicados

em


O mosquito não dá tréguas. Já são 4.740 casos de dengue  confirmados em 24 dos 25 municípios da região. São 706 a mais em uma semana. Os números foram divulgados nesta terça-feira pela Secretaria de Estado da Saúde. Barbosa Ferraz segue líder, agora com mais de mil registros (1.068). Campo Mourão passou das 100 confirmações. Farol segue sem nenhum caso .

Casos por município
1) Barbosa Ferraz: 1.068
2) Quinta do Sol: 703
3) Engenheiro Beltrão: 692
4) Nova Cantu: 578
5) Juranda: 569
6) Peabiru: 338
7) Iretama: 248
8) Ubiratã: 113
9) Campo Mourão: 103
10) Terra Boa: 95
11) Campina da Lagoa: 64
12) Goioerê: 49
13) Araruna: 28
14) Roncador: 27
15) Fênix: 16
16) Boa Esperança: 13
17) Janiópolis: 9
19) Moreira Sales: 7
10) Mamborê: 6
20) Corumbataí do Sul: 4
21) Luiziana: 3
21) Rancho Alegre do Oeste: 3
23) Altamira do Paraná: 2
23) Quarto Centenário: 2

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mulher discute com ex e coloca fogo nas próprias motos em ato de fúria
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BOA ESPERANÇA

Copel suspende corte de luz por 90 dias. Determinação da Aneel em virtude da pandemia coronavírus

Publicados

em

A Copel publicou esta nota:

A Copel suspendeu por 90 dias o corte do fornecimento de energia elétrica por inadimplência.

A medida segue determinação da Aneel.

Vale para residências partir desta quarta-feira.

Serão mantidos, no entanto, os juros e multas quando a conta em atraso foi quitada.

Já a Sanepar adiou por 90 dias a cobrança dos consumidores cadastrados na tarifa social.

 

Veja a nota da Aneel

 

Começa a valer a partir de (25) a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de suspender durante 90 dias o corte no fornecimento de energia elétrica dos consumidores residenciais urbanos e rurais e também de atividades essenciais no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (covid-19). O prazo poderá ser prorrogado, casos haja necessidade.

A decisão foi tomada ontem pela diretoria da agência em reunião extraordinária, realizada por meio virtual, e se aplica às distribuidoras de energia elétrica. Além da proibição da suspensão do fornecimento de energia elétrica, a Aneel também autorizou as distribuidoras a suspender o atendimento presencial e determinou que elas tomem medidas para priorizar os atendimentos telefônicos das solicitações de urgência e emergência e intensifiquem o uso de meios automáticos de atendimento ao consumidor.

Além da suspensão do atendimento presencial, a Aneel também determinou outras medidas para evitar a circulação de profissionais que prestam serviços para as distribuidoras, como a suspensão da entrega da fatura mensal impressa no endereço dos consumidores e a permissão para que as distribuidoras realizem a leitura de consumo em horários diferentes do usual ou mesmo a suspensão da leitura.

Ao adotar a suspensão da entrega da fatura impressa, as distribuidoras deverão enviar fatura eletrônica ou o código de barras aos consumidores, por meio de canais eletrônicos ou disponibilizá-las em seu site ou aplicativo.

Já na hipótese de suspensão da leitura do consumo, o faturamento será feito com base na média aritmética do consumo nos últimos 12 meses. “A distribuidora deverá disponibilizar meios para que o consumidor possa informar a auto-leitura do medidor, em alternativa ao faturamento pela média”, disse a Aneel.

Outra medida aprovada pela agência foi a suspensão dos prazos para que os clientes realizem pedidos de ressarcimento por danos em equipamentos, em razão de problemas no fornecimento de energia. Segundo a Aneel, a medida é necessária, “uma vez que o processo de ressarcimento envolve a circulação de técnicos até a casa do consumidor para verificar o dano.”

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Boletim coronavírus: Paraná registra dois óbitos pela doença. Sobe de 106 para 125 casos positivos
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA