conecte-se conosco


Geral

Paraná confirma mais de 9 mil casos de dengue em uma semana. Use repelente sempre que puder

Todo cuidado é pouco. Use repelente sempre que puder

Publicados

em

A Secretaria da Saúde do Paraná informa que ocorreu um problema na sistematização de dados no boletim epidemiológico semanal da dengue divulgado quarta-feira (26) e que alguns números foram alterados. De acordo com a publicação atualizada nesta quinta-feira (27), o Paraná tem 34.905 casos confirmados da doença, 8.213 casos a mais que a semana anterior.

 

O boletim anterior registrava 9.161 novos casos confirmados da doença no Paraná, totalizando 35.853 casos, desde 28 de julho de 2019. Esses são os números que foram alterados.

A publicação atualizada nesta quinta-feira também informa que o Estado apresenta 95.927 notificações para a dengue, registradas em 329 municípios. Quanto à informação sobre a situação endêmica nos municípios, o boletim atualizado nesta quinta-feira confirma que são 92 cidades em situação de epidemia e 46 em alerta. O boletim confirma, ainda, que 74 municípios apresentam casos de dengue com sinais de alarme e 26 apresentam casos de dengue grave.

A Secretaria da Saúde do Paraná segue realizando ações de controle e prevenção da dengue em todo o Estado, por meio do Comitê Intersetorial de Controle da Dengue no Paraná, com apoio de todas as secretariais e órgãos estaduais, das 22 Regionais de Saúde, secretarias municipais de Saúde e entidades representativas da sociedade civil.

Leia Também:  Governador reforça orientação sobre controle das contas públicas

A Secretaria reforça que a principal medida preventiva e de combate à dengue é a eliminação dos criadouros do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença. 90% dos criadouros estão nos domicílios, em recipientes que acumulam água parada.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Homem sofre queimaduras e é encaminhado em estado grave ao hospital após incêndio destruir casa, em Londrina

Publicados

em

Um homem foi encaminhado ao Hospital Universitário de Londrina, no norte do Paraná, com queimaduras graves após um incêndio que destruiu uma casa, na manhã desta quarta-feira (29).

O local, segundo o Corpo de Bombeiros, estava abandonado havia cerca de dois anos, e pessoas em situação de rua ocupavam o prédio.

Os bombeiros informaram que as pessoas que ocupavam o local começaram a catar materiais recicláveis e depositavam as embalagens e outras peças na casa para, depois, encaminhar para venda.

No momento do incêndio, a vítima estava dormindo na residência abandonada.

O imóvel não possui rede de fiação elétrica, então, segundo os bombeiros, a suspeita é de que outro tipo de material pode ter dado início ao fogo, como algum cigarro aceso.

Os muros de alvenaria contiveram o fogo, fazendo com que o incêndio não se espalhasse para as casas ao redor.

Os bombeiros controlaram o incêndio durante a manhã e utilizaram mais de 30 mil litros de água nos trabalhos.

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em um dia Saúde confirma 12 novos casos de coronavírus no Paraná. agora são 137 casos confirmados
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA