conecte-se conosco


Geral

Polícia esclarece aborto em Janiópolis e mãe está internada

Delegado NIlson Rodrigues acompanha o caso

Publicados

em

Delegado NIlson Rodrigues

A Polícia Civil de Campo Mourão elucidou o caso do aborto ocorrido na unidade de saúde de Janiópolis, no início desta semana. Uma estudante de 23 ano, interrogada na segunda-feira na delegacia, é a mãe da criança, encontrada dentro de um saco de lixo do posto de saúde.

Delegado NIlson Rodrigues

Delegado NIlson Rodrigues

 

 

A mulher está hospitalizada em Campo Mourão. Ela foi autuada em flagrante pelo crime de infanticídio, crime que tem pena de dois a seis anos de reclusão.

 

O delegado-chefe da 16ª Subdivisão Policial de Campo Mourão, Nilson Rodrigues disse que a jovem foi indiciada porque ainda será investigado se a criança nasceu morta ou se morreu após ter sido abandonada no lixo.
A conclusão sairá após laudo médico do Instituto Médico-Legal (IML). O bebê foi sepultado após um velório rápido, na manhã desta terça-feira, 24, no cemitério de Janiópolis.

 

COMO FOI
O corpo do bebê foi encontrado na manhã de segunda-feira, por uma funcionária da limpeza do posto, que abriu o saco de lixo por estranhar que o mesmo estava muito pesado. No domingo a mesma funcionária já havia encontrado vestígios de sangue no banheiro.

A Polícia Militar foi chamada e ao verificar s atendimentos do domingo, as suspeitas recaíram sobre a jovem. que teria recusado atendimento. Ela foi localizada pela equipe da PM e levada à Polícia Civil de Campo Mourão.
Em depoimento, a mulher não disse se estava tomando algum remédio abortivo e nem quem seria o pai da criança. Relatou apenas que sofreu aborto espontâneo. Segundo o delegado, a jovem estava de 37 semanas de gestação.

(Informações G1 Paraná). Por Clodoaldo Bonete/tasabendo

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Novas placas de veículos serão obrigatórias a partir de 31 de janeiro
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Criança de 6 anos é o mais novo caso suspeito de coronavírus em Apucarana

Ainda não foi divulgado o sexo da criança, que foi testada após apresentar sintomas compatíveis com o Covid-19

Publicados

em

Ainda não foi divulgado o sexo da criança, que foi testada após apresentar sintomas compatíveis com o Covid-19

A Prefeitura de Apucarana confirmou no início da noite desta quinta-feira (26) que realizou a coleta de material para exame em mais um paciente com suspeita de coronavírus. O paciente é uma criança de seis anos, sendo o paciente mais jovem em investigação até agora no município.

 

“Continuamos acompanhando atentamente todas as orientações das autoridades federais e estaduais, para adoção de medidas pontuais”, assinalou o prefeito Junior da Femac.

A coleta foi feita no final da tarde. Ainda não foi divulgado o sexo da criança, que foi testada após apresentar sintomas compatíveis com o Covid-19.

 

 

 

 

 

 

 

________________________________________
Com informações TN Online

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Brasil hasteia pavilhão nacional e estreia na 7ª edição dos Jogos Mundiais Militares
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA