conecte-se conosco


Geral

Prefeitura de Campo Mourão divulga nota pública sobre suspensão de serviços na Santa Casa

Publicados

em

A prefeitura de Campo Mourão se manifestou por meio de uma nota pública na manhã desta terça-feira, 21, sobre o ofício divulgado pelo corpo clínico da Santa Casa em relação à suspensão de alguns serviços do hospital, como cirurgias eletivas e atendimentos ambulatoriais. Na nota, a administração municipal reclama da falta de um comunicado oficial ao município e aos órgãos de saúde e o prefeito diz que solicitou nova reunião com o governo do Estado.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

– Não houve comunicado oficial sobre essa decisão ao município de Campo Mourão, que tem contrato com o hospital, o que configura uma decisão unilateral. Também não foram comunicados o Conselho Municipal de Saúde, o Conselho Regional de Secretários Municipais de Saúde (CRESEMS) e o Poder Legislativo municipal.

– A Saúde pública envolve todas as esferas de governo e não apenas o prestador.

– Reuniões com prefeitos da região e com o governo do Estado foram realizadas para tratar das dificuldades financeiras do hospital. Nesses encontros ficou definido que a diretoria da Santa Casa encaminharia documentos solicitados pela Secretaria de Estado da Saúde para avaliação das dificuldades.

Leia Também:  Incêndio no cruzeiro do cemitério municipal mobiliza bombeiros em Umuarama

O prefeito Tauillo Tezelli solicitou nova reunião com o governo do Estado para discutir o assunto e o Ministério Público também será comunicado.

 

Por Tá Sabendo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Homem sofre queimaduras e é encaminhado em estado grave ao hospital após incêndio destruir casa, em Londrina

Publicados

em

Um homem foi encaminhado ao Hospital Universitário de Londrina, no norte do Paraná, com queimaduras graves após um incêndio que destruiu uma casa, na manhã desta quarta-feira (29).

O local, segundo o Corpo de Bombeiros, estava abandonado havia cerca de dois anos, e pessoas em situação de rua ocupavam o prédio.

Os bombeiros informaram que as pessoas que ocupavam o local começaram a catar materiais recicláveis e depositavam as embalagens e outras peças na casa para, depois, encaminhar para venda.

No momento do incêndio, a vítima estava dormindo na residência abandonada.

O imóvel não possui rede de fiação elétrica, então, segundo os bombeiros, a suspeita é de que outro tipo de material pode ter dado início ao fogo, como algum cigarro aceso.

Os muros de alvenaria contiveram o fogo, fazendo com que o incêndio não se espalhasse para as casas ao redor.

Os bombeiros controlaram o incêndio durante a manhã e utilizaram mais de 30 mil litros de água nos trabalhos.

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Copom eleva juros básicos da economia para 7,75% ao ano
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA