conecte-se conosco


FAROL

Rota da Fé tem meta de entrar para roteiro internacional. Passará por Juranda “Cidade do Milagre”

A peregrinação passará por Juranda “Cidade do Milagre” e Farol, na Água da Fonte de São João Maria

Publicados

em

A Fundação São José de Ciências Humanas e Religiosas, promove no próximo domingo, a 59º edição da Rota da Fé. A peregrinação passará por Juranda “Cidade do Milagre” e Farol, na Água da Fonte de São João Maria. O idealizador do projeto, Ruben Moyano disse que a ideia é fazer com que a Rota da Fé seja incluída em um roteiro internacional.
“Nesse roteiro teríamos as Cataratas do Iguaçu, Rota da Fé em nossa região, Santuário de Nossa Senhora Aparecida (SP) e encerrando no Rio de Janeiro”, disse Moyano.


Para conhecer sobre o projeto, ele explica que a próxima edição na Rota da Fé, no fim de semana, contará com a participação do jornalista Amadeu Castanho, referência no Brasil em turismo religioso e Márcia Cristina, operadora de turismo carioca, que trabalha com turistas japoneses e filipinos.

“CIDADE DO MILAGRE”
O primeiro evento do ano de 2020 terá como destaque na caminhada a visita a Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus na Cidade de Juranda, conhecida como a “Cidade do Milagre”. O objetivo é mostrar o Município e o seu potencial no Turismo Religioso. Juranda é destaque pelo milagre de Lucas, o qual foi agraciado pelo milagre atribuído a Jacinta e Francisco Marto, que foi o fundamental para a canonização dos Pastorinhos de Fátima, no dia 13 de maio de 2017.
A Festa de Santa Jacinta e Francisco Marto é comemorado pela Igreja no dia 20 de fevereiro, e a Rota da Fé vai acontecer na semana da preparação das festividades de Santa Jacinta e Francisco Marto. O menino miraculado Lucas estará presente na Rota da Fé.

“Na parte da tarde, a Rota da Fé vai passar pelo município de Farol, onde vamos visitar a Água da Fonte de João Maria, lugar místico e de milagres”, disse Moyano.

A inscrição para adultos custa R$ 45,00; para pessoas entre 10 e 16 anos, o valor é de R$ 20,00, incluindo transporte, alimentação, água e frutas. Menores de 10 anos e pessoas com deficiência, mais um acompanhante, não pagam. Inscrições nas paróquias de Campo Mourão e na paróquia São Pedro, em Roncador.

Tá sabendo

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Detran estende prazos referentes à habilitação, veículos e infrações
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BOA ESPERANÇA

Copel suspende corte de luz por 90 dias. Determinação da Aneel em virtude da pandemia coronavírus

Publicados

em

A Copel publicou esta nota:

A Copel suspendeu por 90 dias o corte do fornecimento de energia elétrica por inadimplência.

A medida segue determinação da Aneel.

Vale para residências partir desta quarta-feira.

Serão mantidos, no entanto, os juros e multas quando a conta em atraso foi quitada.

Já a Sanepar adiou por 90 dias a cobrança dos consumidores cadastrados na tarifa social.

 

Veja a nota da Aneel

 

Começa a valer a partir de (25) a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de suspender durante 90 dias o corte no fornecimento de energia elétrica dos consumidores residenciais urbanos e rurais e também de atividades essenciais no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (covid-19). O prazo poderá ser prorrogado, casos haja necessidade.

A decisão foi tomada ontem pela diretoria da agência em reunião extraordinária, realizada por meio virtual, e se aplica às distribuidoras de energia elétrica. Além da proibição da suspensão do fornecimento de energia elétrica, a Aneel também autorizou as distribuidoras a suspender o atendimento presencial e determinou que elas tomem medidas para priorizar os atendimentos telefônicos das solicitações de urgência e emergência e intensifiquem o uso de meios automáticos de atendimento ao consumidor.

Além da suspensão do atendimento presencial, a Aneel também determinou outras medidas para evitar a circulação de profissionais que prestam serviços para as distribuidoras, como a suspensão da entrega da fatura mensal impressa no endereço dos consumidores e a permissão para que as distribuidoras realizem a leitura de consumo em horários diferentes do usual ou mesmo a suspensão da leitura.

Ao adotar a suspensão da entrega da fatura impressa, as distribuidoras deverão enviar fatura eletrônica ou o código de barras aos consumidores, por meio de canais eletrônicos ou disponibilizá-las em seu site ou aplicativo.

Já na hipótese de suspensão da leitura do consumo, o faturamento será feito com base na média aritmética do consumo nos últimos 12 meses. “A distribuidora deverá disponibilizar meios para que o consumidor possa informar a auto-leitura do medidor, em alternativa ao faturamento pela média”, disse a Aneel.

Outra medida aprovada pela agência foi a suspensão dos prazos para que os clientes realizem pedidos de ressarcimento por danos em equipamentos, em razão de problemas no fornecimento de energia. Segundo a Aneel, a medida é necessária, “uma vez que o processo de ressarcimento envolve a circulação de técnicos até a casa do consumidor para verificar o dano.”

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Acidente entre Campo Mourão e Farol mata professor e deixa um ferido
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA