conecte-se conosco


CAMPINA DA LAGOA

Governo anuncia fim da emergência sanitária por covid-19 no país

Publicados

em

Governo anuncia fim da emergência sanitária por covid-19 no país
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez pronunciamento neste domingo
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou em pronunciamento de rádio e TV, na noite deste domingo (17), o fim da emergência de saúde pública em decorrência da pandemia. Segundo o ministro, o anúncio foi possível por causa da melhora do cenário epidemiológico, da ampla cobertura vacinal e da capacidade de assistência do Sistema Único de Saúde (SUS).
Ainda segundo o ministro, nos próximos dias será editado um ato normativo sobre a decisão. Queiroga afirmou que a medida não significa o fim da covid-19. “Continuaremos convivendo com o vírus. O Ministério da Saúde permanece vigilante e preparado para adotar todas as ações necessárias para garantir a saúde dos brasileiros, em total respeito à Constituição Federal.”

Vacinação
No pronunciamento, o ministro falou que o país realizou a maior campanha de vacinação de sua história, com a distribuição de mais de 476 milhões de doses de vacina. Foi ressaltado que mais de 73% dos brasileiros já completaram o esquema vacinal contra a covid-19 e 71 milhões receberam a dose de reforço.
O ministro também destacou os investimentos feitos na área nos últimos dois anos. “O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, fortaleceu o SUS, com a expansão da capacidade de vigilância, ampliação na atenção primária e especializada à saúde. Foram mais de R$ 100 bilhões destinados exclusivamente para o combate à pandemia, além dos mais de R$ 492 bilhões para o financiamento regular da saúde desde 2020”, disse Queiroga.

Leia Também:  Ernani Leite em Ação: Em dois anos, PP conquista cerca de R$ 2,1 milhões para a Santa Casa


Emergência sanitária
O Brasil identificou a primeira contaminação pelo novo coronavírus no final de fevereiro de 2020, enquanto a Europa já registrava centenas de casos de covid-19. No dia 3 de fevereiro de 2020 o ministério declarou a covid-19 como uma emergência de saúde pública de importância nacional..
A declaração de transmissão comunitária no país veio em março, mês em que também foi registrada a primeira morte pela doença no país. Segundo último balanço, divulgado pelo Ministério da Saúde neste domingo, o Brasil registrou, desde o início da pandemia, 5.337.459 casos de covid-19 e 661.960 mortes. Há 29.227.051 pessoas que se recuperaram da doença, o que representa 96,6% dos infectados. Há ainda 363.607 casos em acompanhamento.
Agência Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CAMPINA DA LAGOA

Mulher recebe planilha de Excel com cobrança de gastos do primeiro encontro

Publicados

em

Mulher recebe planilha de Excel com cobrança de gastos do primeiro encontro
Silvia Vasconcelos saiu do rolê com uma dívida de R$ 45,55 e um grande ranço do homem; vídeo sobre o caso viralizou no TikTok
Silvia Vasconcelos viralizou no TikTok ao contar uma fofoca inusitada sobre si mesma: ela recebeu uma planilha de Excel com a cobrança de gastos do primeiro encontro dias depois de ter saído com seu agora ex-crush.
Há um mês, a jovem publicou um vídeo na rede social em que conta a situação. Na gravação — que tem mais de 144 mil visualizações e quase 8.000 curtidas — há um print da conversa entre os dois, em que é possível ver a planilha montada pelo homem e detalhes dos gastos de cada um.

“Diária Airbnb: R$ 174. Hambúrgueres: R$ 52. Café: R$ 74,49. Breja: R$ 60,42”, eram algumas das despesas listadas por ele no documento. Resultado: Silvia ficou com uma dívida de R$ 45,55 e um grande ranço do boy — tanto que parou de segui-lo nas redes sociais.
Diante da repercussão do caso, ela fez uma nova publicação com os detalhes do que aconteceu. Silvia destacou ainda que houve diversos comentários machistas no primeiro vídeo e afirmou que o problema não é dividir a conta do rolê — mas sim fazer a cobrança depois que o encontro aconteceu, sem nenhuma conversa prévia sobre o assunto.
“Não há problema nenhum em dividir a conta, desde que ela [divisão] aconteça no ato do encontro, não depois”, disse. “E sim, eu paguei os R$ 45,55 porque o moço parecia mais necessitado do que eu. E não, eu não sai nunca mais com esse homem e ele ainda reclamou quando eu parei de seguir ele. O que mostra que não era [uma pessoa] nada legal”, finalizou.
R7

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Moreira Sales confirma mais 4 casos da Covid-19. Agora a cidade soma 11 casos positivos
Continue lendo

GOIOERÊ

Rancho Alegre D`Oeste

Juranda

Quarto Centenário

Boa Esperança

Farol

MAIS LIDAS DA SEMANA